Visitar Nazaré com a família: um dia em cheio!

Entre outubro e março a Nazaré enche-se de surfistas, curiosos e comunicação social à espera da formação das magníficas ondas de mais de 20 metros. Esta nova atividade colocou a Nazaré no mapa desportivo mundial e trouxe-lhe reconhecimento internacional. Mas a Nazaré é muito mais do que isto. É uma vila colorida, cheia de histórias e uma ótima sugestão para passar um dia com crianças. 

Praia da Nazaré

Nazaré é uma vila de gentes do mar. Foi, desde sempre, terra de pescadores, de pessoas que viviam do que o oceano lhes dava. De homens que arriscavam a vida para encontrar o sustento e de mulheres que trabalhavam arduamente na praia. Uma comunidade marcada pela vida dura do mar e a tragédia dos naufrágios.

Hoje, a pesca já não é a atividade principal e Nazaré vive dias menos trágicos. Mas continua dedicada ao mar. E é aqui que se juntam histórias do tempo de Jesus Cristo com recordes do Guiness. Uma vila típica e vibrante onde não faltam segredos, lendas, peixe fresquinho e miradouros para admirar a vista.

Por tudo isto, merece a pena passear na Nazaré com crianças. Afinal, quem não vai gostar de brincar nas praias de imenso areal, experimentar o ascensor, conhecer as histórias da vila e admirar a força do mar? Vai ser um dia em cheio! Vamos passear?

Conhecer Nazaré

Brincar na praia da Nazaré

Nazaré

Um longo passeio em calçada portuguesa contorna toda a praia dos pescadores da Nazaré, limitada a sul pelo porto de abrigo e a norte pelo promontório. Abrigada do vento norte e com um imenso areal, a praia é muito agradável e convida a grandes correrias e brincadeiras. Ao longo de toda a avenida encontram-se cafés, restaurantes, lojas de artesanato e recordações.

No areal, estão expostos os típicos barcos de pesca com as suas cores vibrantes e nomes divertidos. E, também, o Museu do Peixe Seco que pretende manter preservada esta tradição antiga da Nazaré. Este museu tem duas áreas: os estendais de peixe seco na praia, e o Centro Interpretativo, do outro lado da rua, uma pequena exibição para compreender melhor esta tradição e a vida desta comunidade pesqueira.

Nazaré Seca do peixe

 

Almoço na vila

O peixe e o marisco são especialidades nos restaurantes da vila. Seja na avenida marginal, nas ruas da vila ou lá em cima, no Sítio da Nazaré, não faltam restaurantes onde nos podemos deliciar com um belo peixe grelhado, uma caldeirada ou um arroz de marisco. Por isso, miúdos e graúdos, não vale pedir carne para o almoço! Aqui, comemos os melhores peixinhos da nossa costa, temos de aproveitar!
Agora que já brincámos na praia e almoçámos um belo peixe, está na hora de subir ao Sítio da Nazaré. Como? No Ascensor Tradicional da Nazaré, claro!

Descobrir o Ascensor da Nazaré

O Ascensor da Nazaré foi inaugurado em 1889 e liga a vila ao Sítio. Foi muito importante na época, para os habitantes do Sítio e para quem queria prestar culto à Nossa Senhora da Nazaré. No início funcionava a vapor e só depois de uma renovação em 1963 passou a funcionar a eletricidade. Tornou a ser remodelado em 2002 e hoje é um meio de transporte muito seguro e uma boa forma de apreciar a vila da Nazaré.
Este funicular percorre uma distância de 318 metros em 15 minutos, com uma inclinação de 42%. A viagem é curta mas muito bonita. À medida que vamos subindo, vão-se revelando os telhados, depois as serras, a praia e a costa. Uma vista maravilhosa vai nascendo enquanto subimos!

O Sítio da Nazaré

Sítio da Nazaré

O Sítio da Nazaré fica no topo da falésia e tem uma vista deslumbrante sobre a praia, a vila e toda a costa. As ruas estreitas levam-nos até ao Largo da Nossa Senhora da Nazaré, o berço da vila. Preparem-se porque há muito para ver!

Miradouro do Suberco

Com uma altura de 100 metros sobre a praia da Nazaré, a vista do miradouro é de cortar a respiração. Foi aqui, mesmo atrás da Ermida da Memória, que D. Fuas Roupinho foi salvo por Nossa Senhora. Diz o povo que ainda hoje é possível ver as marcas das patas do seu cavalo gravadas na rocha.

A Ermida da Memória

Nazaré Ermida Memória

Mandada erigir por D. Fuas Roupinho em 1182, foi a primeira construção do Sítio e o primeiro abrigo da imagem de Nossa Senhora da Nazaré. Está forrada a azulejo e tem uma escada estreita para um piso inferior. Lá em baixo, uma pequena reentrância na rocha guarda uma réplica da imagem que aqui ficou escondida durante séculos. Aqui podem aprender mais sobre esta e outras histórias da Nazaré!

O santuário de Nossa Senhora da Nazaré

Hoje, é aqui que repousa a imagem original da Senhora da Nazaré. Merece a pena visitar a capela, admirar os azulejos, o teto da igreja e a enorme pintura que representa a lenda de D. Fuas Roupinho.

As ondas da Nazaré

Chegou o momento se seguir em direção à praia do Norte e ao Forte de São Miguel Arcanjo para admirar o local onde acontece toda a ação do Challenge Big Wave Tour.

Forte de São Miguel

O forte, construção do século XVI, é um local muito interessante para adultos e crianças, devido à sua história, à incrível posição geográfica, e por ser um símbolo de novos tempos e novos desafios desportivos. Visitá-lo é um momento imperdível do passeio na Nazaré. Apesar de pequeno e quase labiríntico, todo o espaço do forte está aproveitado para conhecermos mais a sua história e importância atual.


Está localizado na ponta do promontório e, antigamente, servia de posto de vigilância para antecipar os frequentes ataques de piratas.
Hoje, os motivos de vigilância são outros: a formação das ondas gigantes, provocada pelo Canhão da Nazaré, acontece mesmo em frente ao forte. Toda a atividade em torno do Campeonato WSL Nazaré Challenge acontece entre a Praia do Norte, ali ao lado, e o Forte, base de observação. Por isso, a imagem deste forte e do farol são mundialmente conhecidas. Um cenário mágico que coloca o forte no centro das ondas gigantes, como que a fazer-lhes frente.

Lá dentro estão várias surpresas à espera de serem descobertas.O forte serve de casa ao Centro Interpretativo do Canhão da Nazaré que, com o auxílio de maquetes, explica como se formam as ondas gigantes.A exposição das pranchas de surf dos que desafiam as grandes ondas é outro momento interessante. As pranchas de Garret McNamara, Rodrigo Koxa, Maya Gabeira, Hugo Vau e muitos mais, com um testemunho de cada um deles, aproxima os visitantes deste desporto extremo.

Nazaré wave Forte São Miguel Arcanjo

 

NazarÉpic

A NazarÉpic é uma aplicação para IOS e Android que torna a visita ao forte mais dinâmica. Uma vez instalada, a aplicação permite ver e ouvir no smartphone histórias e informações importantes pela voz dos próprios intervenientes: a mascote Big Fuas, Napoleão Bonaparte, D. Pedro IV e D. Sebastião são algumas das figuras ligadas à história da Nazaré que poderemos ver e ouvir. Para além disso, podemos observar o nascimento de uma onda gigante do terraço do forte. Uma aplicação que as crianças vão adorar!

Nazaré

 

A vista de 360 graus do terraço superior é incrível! Daqui podemos admirar as praias, o oceano e a vila. Mas ATENÇÃO!!! O terraço superior é perigoso para os mais pequenos. Deve ser visitado com muito cuidado e mantendo sempre uma distância segura dos muros, que são muito baixos.

O Canhão da Nazaré

Em frente à praia da Nazaré, do lado esquerdo do Forte, existe uma característica muito concreta no fundo do mar que dá origem às maiores ondas do planeta. O maior desfiladeiro marítimo da Europa, um vale profundo chamado Canhão da Nazaré. É devido a este desfiladeiro que se formam ondas que chegam a atingir os 30 metros. Para isso acontecer, têm de estar reunidas várias condições: ventos, tempestades no mar e o fundo do mar, todos juntos, dão origem à gigantesca ondulação. Por esta razão só acontecem entre outubro e março, época de mais tempestades.  Este video do Instituto Hidrográfico explica muito bem a formação das ondas.

A Praia do Norte e as ondas da Nazaré


É uma praia fantástica, com um imenso areal e naturalmente ventosa. É a praia de excelência para a prática de surf das grandes ondas. Apesar de ser mundialmente conhecida devido à ondulação gigante, mais frequente nos meses de inverno, as boas condições para a prática de surf e bodyboard estende-se por todo o ano.

Sabiam que?

As ondas da Nazaré são mesmo gigantes e surfá-las é um acontecimento único no mundo! Em 2011, quando Garret McNamara surfou uma onda de 23,8 metros, o feito entrou para o Guiness Book of Records. Em 2017, o brasileiro Rodrigo Koxa alcançou um novo recorde mundial, ao surfar uma onda de 24,4 metros. A brasileira Maya Gabeira entrou para o Guiness como a primeira mulher a surfar uma onda superior a 20 metros.
Para terem uma ideia, 24 metros é o equivalente a um prédio de 8 andares! São muitos metros!!

Brincar e dormir

Parque aquático Norpark

Norpark é um parque aquático situado no pinhal de Nossa Senhora da Nazaré. Tem muitos escorregas, Jacuzzi gigante, área dedicada às crianças mais pequenas, bar e equipa de animação. Está aberto nos meses de verão.

Onde dormir

Seja no centro da Nazaré ou na zona, existem várias opções de alojamento para famílias. O Hotel Miramar Sul, com uma piscina interior e uma incrível vista para a Nazaré, oferece quartos familiares. Hotel Praia, no centro da vila, têm quartos para casais com crianças. Se quiserem experimentar glamping, o Ohai Nazaré é uma opção.

Toda a região da Nazaré é muito bonita e há muito mais para ver. Mesmo ali ao lado, a 16 quilómetros, Mosteiro de Alcobaça convida a uma visita.

Bom passeio!!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.